13/08/2013

As minhas palavras brandas

Por Aline Diedrich

http://weheartit.com/entry/72079275/search?page=23&query=indie+vintage%2BrockTenho vencido o vento cortante. Metralho com minhas ideias. Coloco, em honra, as medalhas sobre todos os peitos mortos. Fotografo os feridos. Fujo das fragilidades, das ilusões, das fantasias, das quimeras, porque elas são as anunciadoras da melancolia. Nem acredito em karma. Desligo os rádios. Não leio mais os jornais. Transformo constantemente os barulhos da realidade em duas coisas. A primeira é garra, a segunda é a certeza de que existir é suficientemente bom. Não busco mais respostas ou perguntas. Estou farta delas. E deixo sobre os papéis os meus pensamentos embriagados. Isso é tudo que eu deveria contar.
...

Mantenho o sorriso indecifrável, quase imbecil. Recordo a sua cara de bobo e os olhos perturbados que entregam todas as perversões. Desfiz-me, admito, das suas velharias, pois foi idiotice ocupar espaço na casa com coisas que nunca vamos usar. Ainda tenho a taquicardia, a respiração ofegante diante do inesperado e o meu frenesi. E como promessa minha, mantenho a rebeldia.

...

http://weheartit.com/entry/63797808As pessoas andam com medo de olhar para frente. E banalizam. Mas a vida nunca é banal. Os finais parecem trágicos e querem me fazer lamentar junto delas, enquanto prestam suas homenagens póstumas com flores de plástico. E elas trazem do passado os heróis que hastearam as bandeiras da loucura e, hoje, são apenas ossos e pó. Eu não. Eu já os exorcizei. 

É... As pessoas andam com medo da vida e isso é banal!

...

Mantenho a minha baderna da alma. A bagunça que é algo que sei fazer – e bem. Mantenho nossos discos desorganizados para os momentos dançantes. E aqueles seus versos de inverno inspirados pela mania que tenho de fazer do tempo um temporal. Me mantenho, apenas. Eu não costumo quebrar, você sabe.

...

P.S.
E, confesso, guardo todas cartas que envia dos campos. As suas cartas de guerra.


Leia a sequência:
O céu não está azul

79 comentários:

  1. Muitas vezes o melhor é escrever o que sentimos num pedaço de papel, Aline te seguindo visita lá o meu.
    Beijos
    FB
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto...
    Não se esqueça do meu niver amanhã, hein?!
    Bjs - Suzana Rosa - www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  3. "Ninguém vive uma paixão impunemente. A intensidade é uma doença contagiosa. E eu não concebo a vida sem contágios. Sei sobre a dor da solidão, a falta de ar, perda de chão. Sei que nada mais vai ter importância. Sei que o mundo vai ficar pequeno e perder o sentido".

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!Boa noite
    Aline
    belo texto...
    penso que a banalização de viver a vida é tentar fazê-la brilhar só pelo banal, erigindo a evidência do que é mais eminente. Quanto mais complicada e difícil, mas se busca um significado para ela e menos banal ela se torna. Omitir-se é banalizar a vida. Então a vida pode ser banal ou não, dependendo de como portamos perante ela, por isso,choca-me ver como muitos não percebem a estranheza e as entrelinhas em tudo o que nos cerca...muito óbvio, sem libertar o inesperado,
    sem pegar a armadura , sem lutar consigo mesmo,parando quando lágrimas surgem no caminho...sem seguir em frente...sem decifrar a própria alma.Sim, essa é a vida plena... baderna na alma!
    Obrigado pelo carinho da visita
    Belos dias
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. As cartas que contam as lembranças, e constroem a saudade!!
    Òtimo..<3.

    ResponderExcluir
  6. Mais um excelente texto! Aliás, você já escreveu sobre aquelas pessoas que acham que nasceram na época errada? Não sei explicar o motivo, mas acho que você faria um ótimo texto; visto que tudo que você escreve aqui, pelo menos pra mim, dá uma certa nostalgia de coisas e tempos que não vi nem vivi.

    ResponderExcluir
  7. Uau! A parte que mais me marcou foi sobre a rebeldia, sobre mantê-la, fez-me pensar um tanto sobre em que ocasião tal pedido foi feito, o motivo, e principalmente o fato do ato de rebeldia soar como uma forma de recordar... É bonito.

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Cada dia que passa a impressão que tenho realmente é a de que te os medo viver, como se realmente estivéssemos em guerra. É que a guerra é outra e é oculta. Abraços

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto. Gostei do seu estilo de escrever, de sua maneira original de expressar o íntimo do ser humano, de expressar o inatingível. Ele tem teor, sensibilidade e nos encanta durante a leitura. Parabéns. Sou seu seguidor e voltarei.
    Robert Thomaz

    ResponderExcluir
  10. As vezes "manter a banderna da alma" é mais fácil do que mudar o silêncio do corpo. Pra que mudra o que somos? Pra que mexer no que sentimos? Esse teu texto dá margens a ótimas reflexes.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. As pessoas estão cansadas, antes mesmo de começar. Se arrastam como se viver fosse um fardo.

    Belo texto, como sempre! *---*

    ResponderExcluir
  12. Ideal para ser lido em dias de frio como hj... Gostei... (KJM)

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto,há tantas verdades!!! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Nossaaaa que texto mais legal!
    Penso exatamente dessa forma! É triste , mas lindo ao mesmo tempo!

    Grande beijo, excelente final de semana!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns atrasado!!!!
    Bjs - Suzana Rosa - www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  16. Soube que dia 14 foi seu aniversário e vim desejar muitos anos de vida... mesmo que atrasado!

    Abraços - Junior
    www.artigodeopiniao.com

    ResponderExcluir
  17. Eu fico pensando em um comentário genial pra fazer, mas aí eu leio o do Fábio Murilo e deixa pra lá rs
    Para mim, a melhor passagem foi colocar medalhas em peitos mortos. Achei que descreveu com maestria o paradoxo da guerra. Não que o resto do texto não esteja bom! - vc escreve muito bem!

    obs: Aqui é a Mari (ex- corpse lolita) que escreveu o You're So Dead - é que eu mudei de perfil, e estou tendo que situar meus leitores rs.

    ResponderExcluir
  18. Coisas da alma, de um coração que sempre se mostra trapaceiro...
    Texto incrível, adorei toda essa originalidade!

    Abraços!

    Peças de Oito

    ResponderExcluir
  19. Desde as primeiras linhas, seu texto me lembrou um livro que acabei de ler, A menina que roubava livros; que por coincidência fala da guerra, acho que foi por causa do ritmo to texto que me lembrei. Ótimo texto!

    Sorteio do livro A Culpa é das Estrelas: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  20. O texto? Lindo, intenso.
    Simplesmente amei demais.
    beijos
    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  21. Tem um selo pra você lá no meu blog!
    http://meucarpediem.blogspot.com.br/2013/08/selo-amigos-do-inverno.html

    ResponderExcluir
  22. Oi...
    Adorei o seu blog e já estou seguindo e curtindo...
    Faça uma visita no meu blog, ele é novo e todos os dias tem novidades!!! Se gostar, siga também!

    Espero sua visitinha!

    Bjos
    Andreza

    http://blogdremattos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Há textos que despertam as palavras como cascatas, outros que tocam a alma e despertam sentidos e sentimentos em cascatas povoam o silêncio da nossa imaginação e expressar qualquer coisa sobre esses segundos é tarefa complicada, sentimentos são palavras que não se escrevem, pois não tem tradução.

    Minha alma anda emaranhada como cabelos ao vento, eu também deixo que permaneça assim é algo que bem sei fazer.

    É sempre encantador te ler.
    beijos
    eraoutravezamor.blogspot.com
    semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Texto incrível! Queria eu ter esse dom de escrever tão bem! A vontade de escrever é grande... a coragem, nem tanto assim!

    Parabéns!

    Beijos,

    Mari - FB

    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. "As pessoas andam com medo da vida e isso é banal!" Isso é, viu! Me lembrei especialmente daquelas pessoas que vivem esperando pelo final de semana e encaram os outros dias como martírio... sei lá, viva o presente da melhor maneira possível, ficar esperando as coisas acontecerem é simplesmente deixar de viver.

    ResponderExcluir
  26. Aline, sempre que venho aqui eu me surpreendo com os textos, cada um melhor que o outro.

    Esse é maravilhoso. Li e reli, com prazer! Essa foi a parte que mais me tocou:

    "As pessoas andam com medo de olhar para frente. E banalizam. Mas a vida nunca é banal. Os finais parecem trágicos e querem me fazer lamentar junto delas, enquanto prestam suas homenagens póstumas com flores de plástico. E elas trazem do passado os heróis que hastearam as bandeiras da loucura e, hoje, são apenas ossos e pó. Eu não. Eu já os exorcizei."

    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Ai, Aline, eu acho mesmo que a melhor forma de viver é aproveitar o momento, sem se doer pelo passado nem se agoniar pelo presente.
    Apenas ir vivendo... =D

    Belíssimo texto.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  28. Lindo Texto, acho lindo que tem essa facilidade de empregar bem as palavras, sei que textos como esse foram feitos com sentimento.
    Parabéns pelo seu trabalho, é cada vez mais difícil nos dias de hoje encontrar tanta qualidade.

    Beijos
    Ana Carvalho(FB)
    http://popbatom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. O texto diz tudo amiga! muito bacana,sincero.Amei seu blog e td de belo que li nele! sucesso! bjss
    Katiuscia- FB

    http://teartricobykatiuscia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Adorei o texto, tem tudo a ver comigo mesmo. E adorei ler os outros textos

    bjs
    Litte Things

    ResponderExcluir
  31. Pena que a época de cartas passou.
    A internet veio modernizar, mas acabou com o romantismo.

    Se livrar das coisas que não vamos usar é se libertar;


    Lindo texto, Aline.

    ResponderExcluir
  32. As pessoas tem medo de sofrer! Isso é fato! Medo do futuro! E eu sou uma dessas, tenho fome de alegria, mas tenho receio do que vem pela frente!

    FB!
    Beijos
    http://www.popularnorio.com.br/

    ResponderExcluir
  33. "As pessoas andam com medo de olhar pra frente" isso reflete muito de muita gente q vemos hj em dia, pessoas q tem medo de dar um passo adiante, pessoas que tem medo de deixar o passado para trás. O futuro dá medo sim, mas ele vai acontecer contra ou a favor da nossa vontade.

    ResponderExcluir
  34. Nossa,gostei muito do seu texto.
    Me identifiquei muito com essa parte: ''As pessoas andam com medo de olhar para frente. E banalizam. Mas a vida nunca é banal''.
    Nós temos muito medo mesmo.A maioria das pessoas,pelo menos.
    Muitas vezes só pensamos no passado e não conseguimos ver as coisas maravilhosas que podem estar por vir.
    Beijinhos
    FB
    www.vemqueeuteconto.com

    ResponderExcluir
  35. O que falar sobre esse texto que invadiu minha alma, que me fez encher os olhos de lágrimas?Obrigada por permitir-me ler essas palavras singelas e tocantes...Obrigada por hoje eu fazer parte desse contato e refletir em casa trecho colocado por ti sobre minha vida, meus sentimentos e meus medos.
    Aline?
    Encontrastes uma admiradora de seus escritos perfeito.
    Bjs e muita luz em sua vida.

    ResponderExcluir
  36. Olá ! Agora estou nesse novo perfil (antigo MAOSECRETS) e aproveitei para passar aqui novamente para elogiar o seu blog que é muito bom !
    Já te add, tô seguindo, participando e compartilhando ... rs !
    Bjs e tenha uma semana maravilhosa ! Marco A Okuma (MAOSECRETS)

    ResponderExcluir
  37. Existem nele muitas verdades,os processos de alienação,a vontade de ser quem é,apenas por ser. De dizer o que pensa. Consegui me enxergar nesse texto. Mto incrível!!

    bjss

    ResponderExcluir
  38. Aline, eu simplesmente amei o texto. Raramente me senti assim tão conectada com uma situação. Se me permitir, guardei-o em um documento aqui no meu computador. Pretendo ler e reler, e nunca perder.
    Um abraço, FB
    Sombra dos Dezoito

    ResponderExcluir
  39. Maravilhoso ! Amei o texto , sua facilidade em tornar as palavras em emoção. E realmente , apesar da dificuldade q. estivermos passando "a vida nunca é banal"
    Parabéns !
    Bj
    FB
    www.pepperbijux.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Oi Aline, ótimo texto. Você escreve muito bem. Parabéns!

    Beijos,

    FB
    Blog Fashion e Bella
    www.fashionebella.com.br

    ResponderExcluir
  41. Triste, mas incrível. Você escreve muito bem, parabéns.
    FB http://wewantdreaming.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  42. Eu adorei o texto marcante
    Essa parte aqui é a que eu mais me identifiquei
    "Desfiz-me, admito, das suas velharias, pois foi idiotice ocupar espaço na casa com coisas que nunca vamos usar. Ainda tenho a taquicardia, a respiração ofegante diante do inesperado e o meu frenesi. E como promessa minha, mantenho a rebeldia."

    Me sentir muito bem lendo esse texto me tocou de verdade, parabéns você escreve muito bem.
    Lindo blog.

    FB Beijos

    Fragmentos-Intensos

    ResponderExcluir
  43. Sei que talvez não seja fácil por agora,já que estar em momento de transição,mas quando puider escrevas.Seus textos são ótimos!

    ResponderExcluir
  44. Nossa Aline que lindo texto. Continue assim.

    Maquiando Palavras

    Beijosss

    ResponderExcluir
  45. Você escreve tão bem que fiquei com peninha do texto ter acabado! hehe
    As pessoas realmente estão com medo da vida, triste realidade que não pode ser ignorada, o texto mostra uma pessoa determinada, que não se prende a ilusões a coisas momentâneas...somente pessoas assim conseguem sobreviver nesse mundo extremamente individualista, cruel, real. Eu não consigo ser assim, talvez tenha mesmo medo da vida, mas não abandono minhas ilusões por nenhum fato concreto.

    PS. Fiquei com vontade de escrever também rs, assim que der vou
    dedicar um tempo para isso no blog. Adorei!
    FB WWW.CANECAQUENTE.COM.BR

    ResponderExcluir
  46. Amei o texto *O*
    BR, www.nossomosmoda.blogspot.com
    Beijus, fica com Deus

    ResponderExcluir
  47. Amei o texto!
    tudo o que vc falou é pura realidade!
    Nathy
    FB
    http://modaeisaquestao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  48. Wow, fiquei apaixonada com o texto. simplismente real e verdadeiro.
    dito!!!
    Bjocas e tudo de bom.
    ~FB~

    ResponderExcluir
  49. Lindo seu texto , muito emocionante , moça vc é talentosa *-*

    FB http://papeldecerejeira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Que texto bonito! Você tem talento! Já pensou em fazer um livro? ;)

    FB
    http://dicasdareh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  51. caramba, que talento!
    amei o texto *-* super legal mesmo ;)
    arrasou!
    beijos :*

    FB
    www.maquiandocombiaanjos.com.br

    ResponderExcluir
  52. Grande escritora, parabéns pelo texto flor, admiro esse dom !
    http://perfeitasnoivas.blogspot.com.br/ FB

    ResponderExcluir
  53. Paarabéns pelo belíssimo texto , parabéns pelo talento , que esse Dom não é pra todos ( invejinha rosa )
    Fb : http://divasuper-vaidosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. Oie!! Adorei o texto e principalmente a forma como você escreve!!
    É a mais pura realidade, pois tenho notado que nós andamos com medo da realidade, pensando e vivendo no passado sem conseguir seguir em frente e enxergar que tudo pode ser diferente e que coisas boas podem acontecer.
    Beijos

    FB
    Blog (Divas 4Ever) - Grupo (Mania de Blogar) - Face

    ResponderExcluir
  55. Nossa que belo texto! Realmente nos toca, e como outras pessoas dizem, nos traz aquela nostalgia e nos instiga a imaginar e a refletir. Devo admitir com certa vergonha que seu texto foi impenetrável a minha interpretação. Você escreve perfeitamente bem!

    Beijos!

    FB http://sacudidordepalavra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  56. que texto lindo, você escreve muito bem, da pra sentir o sentimento nas suas palavras. Parabéns de verdade.
    beijos!
    fb, alemdos4olhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  57. Mas porque as pessoas andam com medo da vida?
    Tem um motivo... a vida anda tão difícil!
    Tão complicada... nem quero mais falar sobre isso!

    Beijinhos, FB
    http://pinkcupcakecris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  58. Amei seu texto, as pessoas andam perdendo a fé, em Deus e em si mesmas, bjoooo!!!
    http://aindasouvaidosa.blogspot.com.br/
    FB

    ResponderExcluir
  59. Lindo texto ...
    super emocionante!

    FB
    Blog Embelezando
    http://www.bypracinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  61. "A bagunça que é algo que sei fazer – e bem. Mantenho nossos discos desorganizados para os momentos dançantes."
    AMEI, e sem mais.
    FB
    Beijocas
    http://dizingrid.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  62. Nossa que lindo.
    Você escreve muito bem.Adorei

    FB
    http://apensasrosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  63. Você escreve tão bem, e um jeito tão bom ♥ conheci seu blog agora e já amei, posta mais logo ><
    Da para sentir as emoções envolvidas no texto, gostei bstante ! Cartas é uma das melhores forma de se expressar e colocar os sentimento para foro ♥ FB everyday--things.blogspot.com Beijos

    ResponderExcluir
  64. Aline passando pra desejar uma ótima terça-feira fique com Deus beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br
    FB!


    ResponderExcluir
  65. Adorei a forma que você escreve, queria eu escrever assim kk
    Volte logo e com mais textos rs
    Beijos
    Fernanda Feijó, FB

    ResponderExcluir
  66. Adorei o texto muito lindo mesmo, você tem o dom da escrita*-*
    sucesso sempre.

    FB
    www.tocomazamigas.com

    ResponderExcluir
  67. Adoro me deparar com pessoas que escrevem bem ! Muito bom, leitura boa. Você tem talento.

    FB
    http://dojeitinhodagi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  68. Você sempre me encanta.
    Eu amo romances de guerra, sabe esses sim são amores verdadeiros que na angustia e na distância se fortalecem.
    Cartas trocados, carinhos que foram aguardados meses.
    beijos

    ResponderExcluir
  69. Seus textos são lindos, sincronia, coerência, sentimentos uma mistura de tudo de bom escrito de uma forma tão original que fica tão prazeroso de passar horas aqui no seu blog lendo seus textos.
    Parabéns pelo talento
    Beijos,
    FB – http://just-maria-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  70. Carta mais linda! Percebi uma crítica aos "heróis" de guerra (norte americanos?). A ansiedade do eu-lírico é fenomenal. A personagem parece enviar uma carta póstuma (seria possível? seria viagem minha?) e a sua conclusão sobre o medo de olhar para frente se resume nesta frase, perfeita na minha opinião: "As pessoas andam com medo da vida e isso é banal!". Beijão minha amiga.

    ResponderExcluir
  71. E jogando tudo fora...essas indagações que nunca tem seu fim...mais tem uma hora que deixamos de lado e simplesmente seguimos,tentando organizar o que é desorganizado...!!!
    bj Aline

    ResponderExcluir
  72. Parabéns flor, Muito lindo esses texto ! Sua forma de se expressar se identifica com a minha!! Parabéns ... continue assim :))
    www.perfeitasnoivas.blogspot.com FB

    ResponderExcluir
  73. Belíssimo o texto e você tem muito talento. Parabéns!!!!
    FB
    Bjins
    www.meninamulhercomglitter.com

    ResponderExcluir
  74. Adorei o texto, meus parabéns! É demais mesmo! Está faltando gente com todo esse talento no mundo! :)
    Beijos

    FB www.itswomanlike.com.br

    ResponderExcluir
  75. Como descrever:
    ADOREI!
    Bejus, www.nossomosmoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  76. Amei esse post! nossa, deveria lançar um livro! FB

    www.universopraticofeminino.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  77. '''Mantenho a minha baderna da alma. A bagunça que é algo que sei fazer – e bem. Mantenho nossos discos desorganizados para os momentos dançantes. E aqueles seus versos de inverno inspirados pela mania que tenho de fazer do tempo um temporal. Me mantenho, apenas. Eu não costumo quebrar, você sabe.'''

    Senti as palavras em minha pele, você é incrível.

    FB gabi fashionnoruless.wordpress.com

    ResponderExcluir